O SONHO DE GAIA


Nasceu na Alma, tornou-se pássaro de asas grandes embalado pelo vento, voou em direcção ao coração e expandiu-se em infinitos caminhos...é assim o meu sonho !

Gaia e os Filhos das Estrelas voltaram a dançar juntos.

Reacenderam o Fogo do Amor dedicado à Mãe Sagrada.

É a NOSSA LUZ que volta a brilhar...


terça-feira, 20 de março de 2012

Equinócio da Primavera (Ostara na Tradição Druídica)

 
Desde tempos imemoriais que o Homem celebra os Ciclos Naturais.
Ligado à Mãe-Terra, ao Sol, à Lua e às Estrelas, o Homem vivia em Harmonia com o Mundo Visível e Invisível, sabendo que fazia parte da grande teia da Vida do Universo.
Hoje em dia, estamos a voltar a ligarmo-nos à Sabedoria Ancestral que pulsa nas nossas veias, que faz o Nosso Coração Sagrado bater e que nos faz voltar a acertar o passo com Gaia e a dançar com as Estrelas.
Reunir em volta do Circulo de Pedras e da Fogueira, dar as Boas-Vindas a este Novo Ciclo que Agora começa, ao Renascimento dentro e fora de Nós... é uma óptima celebração ! Semear os nossos Sonhos no nosso Bosque Interior, abraçar as Árvores do jardim, dançar com as Fadas, os Elfos e os Gnomos !


O Equinócio da Primavera ou Ostara (ou Alban Eilir) na Tradição Druídica, representa um tempo de renovação e de equilíbrio, em que o dia e a noite são iguais.
Ostara é o nome da Deusa da fertilidade, que com a sua Lebre traz de volta à terra as bênçãos para que as sementes cresçam. Os ovos, que são símbolo de fertilidade e de reprodução, eram usados nos antigos rituais. Eram pintados com cores e símbolos mágicos.
A Primavera representa o regresso da Luz, depois da escuridão do Inverno. É tempo de renascer, de plantar, de sonhar novos sonhos !
Como a maioria dos antigos festivais pagãos, o Equinócio da Primavera foi cristianizado pela Igreja como Páscoa, que celebra a ressurreição de Jesus.
Até hoje, o Domingo de Páscoa é determinado pelo antigo sistema do calendário lunar, que estabelece o Dia Santo no primeiro domingo, após a primeira lua cheia a seguir ao Equinócio da Primavera. A Páscoa, como quase todas as festividades religiosas cristãs, é enriquecida com inúmeras características e tradições pagãs, como os ovos da Páscoa e o coelho.
Marca também a fase de gravidez da Deusa Tríplice, atravessando a estação fértil.
Assim como a nossa Mãe-Terra renasce e se renova no começo da primavera, também nós iniciamos um novo ciclo. A Humanidade (bem como os Reinos Animal, Vegetal e Mineral) estão intimamente ligados a Gaia. A separação é pura ilusão dos Seres Humanos.
Por isso, é tempo de largar o que não serve o propósito da tua Alma. A “bagagem” que já não faz falta e só pesa…
Renova-te, sorri, abraça, dança, planta flores ou árvores, dá cor a novos sonhos para a tua Vida…
 E dá o teu contributo para a Paz na TERRA, começando a acalentar a Paz dentro de ti próprio/a !


O Ritual
“Um ritual é a encenação de um mito. E, ao participar no ritual, você está participando no mito. E já que o mito é uma projecção da sabedoria profunda da psique, participando num ritual, participando no mito, você está sendo, por assim dizer, colocado em sintonia com essa sabedoria, que é a sabedoria que lhe é inerente de qualquer maneira. A sua consciência está sendo lembrada da sabedoria na sua própria vida. Eu acho que o ritual é muito importante.

 Joseph Campbell, "A Sabedoria de Joseph Campbell"

Eu também gosto muito de celebrar através do ritual ! Para mim, o Ritual  ancora neste Mundo a celebração do Divino que existe em Nós, em comunhão com a Terra e o Céu.

Elsa Santos

Quando muitos Sonharem Uma Nova Terra ela manifestar-se-á!!!!!